Escrito por
Carol Correia
Atualizado em
10/10/2019

Estratégia de investimento: Arbitragem

Praticada desde os primórdios do comércio marítimo pelos mercadores que vendiam seda da China no porto de Veneza, a arbitragem consiste em comprar um produto por um preço baixo em um local e vendê-lo a um preço maior em outro. Investidores de criptomoedas ao redor de todo o mundo aproveitam-se das das diferenças nos valores de compra e venda entre as exchanges para lucrar, o que pode ser uma prática valiosa em especial durante tempos de volatilidade no preço. Neste artigo, entenda o que é, como funciona e por que praticar a arbitragem.

Como funciona?

A maneira mais simples de se realizar Arbitragem é o próprio investidor transferir suas criptomoedas de uma exchange para outra. Identificando uma oportunidade de compra por um preço baixo e venda por um preço maior, é só fazer a transferência a partir da exchange mais barata. Essa atividade requer muita atenção, pois as variações de preço podem ser muito rápidas. Assim, o investidor deve monitorar quase constantemente o preço nas exchanges em que ele arbitra e, para isso, portais como o Biscoint são fundamentais.

Às vezes, as transações podem levar muito tempo para serem completadas e, quando o dinheiro chega na outra corretora, o lucro já acabou ou diminuiu. Por isso, é bom ter em mente a velocidade média das corretoras. Na Coinext, por exemplo, sempre enviamos nossos pedidos de saque com alta prioridade. Alguns investidores também fazem arbitragem com a ajuda de robôs, mas isso requer mais estudo e conhecimentos de programação.

Benefícios

A volatilidade das criptomoedas é justamente um dos principais motivos que as torna atrativa para a arbitragem, pois permite fazer bons lucros com as variações diárias. A diversidade de altcoins existentes também permitem fazer ganhos consideráveis com as diferentes taxas de conversão, tanto delas em relação às moedas tradicionais (Real, Dólar), quanto em relação ao Bitcoin. Outra grande vantagem da arbitragem com as criptomoedas é o grande número de exchanges que existem, tanto no Brasil quanto no exterior, aumentando as possibilidades de ganho.

Desvantagens e riscos

A arbitragem é um investimento com riscos de perda.  Então, antes de praticar, vale aquela máxima: estude bem, leia artigos, livros e tudo o que você puder; afinal, quanto mais conhecimento, menores são as chances de risco e maiores são as chances de ganho.

Você precisa confiar bem nas exchanges com as quais você negocia. Um risco digno de atenção é a necessidade de deixar o montante destinado à arbitragem na carteira da corretora. Felizmente, na Coinext você pode ficar tranquilo, pois somos a única exchange do Brasil a contar com um seguro para as suas reservas no caso (muito improvável) de sofrermos um ataque hacker. A diferença entre as taxas cobradas pelas corretoras pode parecer pequena a “olho nu”, mas como a arbitragem costuma requerer grandes valores, ela pode ser justamente a diferença entre o lucro e o prejuízo. Ainda bem que, na Coinext, temos as taxas mais competitivas do mercado!

Problemas sempre podem acontecer; por exemplo, em um dia muito movimentado, pode ser que uma exchange fique com poucos recursos disponíveis na hot wallet. Por isso, é importante contar com exchanges que entendam o que é a arbitragem e quais são os pontos principais para saber te ajudar.

Como sempre, se você quiser alguma sugestão ou tiver dúvidas, entre em contato com a gente! Temos um atendimento em tempo recorde exatamente para isso.

Ver todos nesta categoria >
Conteúdo relacionado